(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

5 alimentos que ajudam na implantação do embrião na FIV

Fertilização 04/03/2020

A implantação do embrião também é chamada de nidação, quando embrião se fixa na parede do útero, ou seja, o endométrio e começa o seu desenvolvimento. Antes do endométrio ter o tamanho e espessura adequada é importante que o embrião tenha qualidade e para isso sabemos que uma dieta antioxidante ajuda na produção de bons gametas (óvulos e espermatozoides) e consequentemente bons embriões para implantação.

Alimentação e hábitos de vida saudáveis podem estar relacionados às taxas de sucesso de FIV

Uma alimentação anti-inflamatória e rica em compostos antioxidantes e a menor ingestão de carne vermelha e alimentos industrializados está entre os recursos mais utilizados por homens e mulheres para aumentar a fertilidade e a implantação do embrião.

Como a nutrição pode ajudar

Frutas cítricas: A dieta baseada em frutas cítricas como laranja, kiwi, morango e maracujá são fontes de vitamina C, poderão ser consumidas ao longo do dia de forma fracionada. A liberação lente desse nutriente é mais eficaz para combater os radicais livres que comprometem a fertilidade.

Castanhas e sementes (oleaginosas): já que são ricos em vitaminas e minerais antioxidantes. Atuam equilibrando os excessos da alimentação e a exposição aos xenobióticos (compostos químicos estranhos ao organismo humano). Alguns exemplos: amêndoas, castanhas do Brasil, nozes, pistache, linhaça, semente de gergelim, abóbora e chia.

Peixes: São fontes de ômega 3, nutriente essencial para quem está tentando engravidar. Para os homens, favorece a morfologia dos espermatozoides e para as mulheres, aumenta o número e tamanho dos folículos, elevando a taxa de ovulação.

Alimentos com Fontes de Zinco: são essenciais para a saúde reprodutiva masculina. O zinco atua de forma direta sobre os hormônios sexuais e está presente em alta concentração na próstata. Alguns exemplos: ostra, semente de abóbora, carnes e peixes.

Alimentos ricos em compostos BIOATIVOS estão presentes nas plantas, frutas e legumes, auxiliam na capacidade antioxidante do organismo, aumentando as chances de gravidez. Consuma mais uva, maracujá, cenoura, frutas vermelhas e tomate, dê preferência para os orgânicos.

Contudo, não é só a dieta que é importante, mas também o hábito de vida desses casais. A dieta alimentar pode melhorar a qualidade dos gametas, embrião e do endométrio, favorecendo a implantação. Para os casais que recorrem ao tratamento de FIV, a dieta alimentar é muito importante, mas controlar ansiedade, estresse, praticar exercícios físicos, suspender o consumo do álcool e cigarro também é de extrema importância.

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp