(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Saiba quais os principais cuidados antes da transferência de embriões

Fertilização 21/02/2020
Entenda a diferença entre inseminação artificial e fertilização in vitro

A Fertilização in vitro com a transferência de embriões descongelados é considerado o método com maiores chances de sucesso. Entretanto o tratamento de FIV é complexo e ainda gera muitas dúvidas. Antes da transferência de embriões realiza-se o período de preparo do útero para transferência embrionária e dura aproximadamente quinze dias.  Após duas semanas da transferência, é feito o exame do Beta HCG. Deste modo, ao iniciar o tratamento de FIV é fundamental que o paciente tenha cuidado redobrado com a saúde e saiba lidar com os fatores abaixo.

Atividades físicas

Durante o tratamento de FIV, antes da transferência embrionária, é recomendável não realizar exercícios de alto impacto como corrida e musculação. Recomendamos às nossas pacientes que estão em tratamento após o estímulo ovariano, que pratique atividades físicas, pois é benéfico tanto para o corpo quanto para mente, pois auxiliam na redução do estresse, manter o peso adequado e a dormir melhor.

O Repouso

O Repouso é recomendado por um dia após a transferência de embriões para que o casal tenha um conforto, segurança devido ao tratamento ser psicologicamente desgastante. Entretanto, não existe nenhuma comprovação científica de que o repouso aumenta as chances da gestação. 

Álcool e cigarro são proibidos

O álcool e o cigarro não são recomendados durante o tratamento de FIV. Por um lado, o álcool pode atrapalhar os efeitos dos medicamentos utilizados durante o processo. Por outro lado, o cigarro possui substâncias tóxicas e o seu uso prejudica drasticamente o sistema reprodutor. Sendo assim, o sistema reprodutor é comprometido na produção dos espermatozoides, permeabilidade das tubas uterinas (o que faz com que o espermatozoide encontre o óvulo para fertilização), divisão celular, desenvolvimento embrionário e implantação do blastocisto no endométrio.

Alimentação

A saúde reprodutiva tem direta relação com a alimentação. Muitos casais que procuram ajuda de especialistas para engravidar não sabem que uma simples mudança na alimentação pode ser realizada como forma de otimizar o tratamento médico. Estudos têm comprovado a presença de algumas deficiências nutricionais relacionadas à infertilidade feminina e masculina.  Deste modo, durante o tratamento de Reprodução Humana Assistida, alguns nutrientes devem fazer parte em quantidades específicas e individualizadas da rotina alimentar dos futuros papais. Para um atendimento individualizado, procure nossa Nutricionista.

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp