(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Saiba quais são os principais medicamentos utilizados para o tratamento de FIV

Fertilização 30/09/2019

No tratamento de Fertilização in vitro é necessária uma maior produção de óvulos por parte da mulher para aumentar as chances de sucesso da gravidez. O normal é que a mulher libere um óvulo a cada período fértil.

Entretanto, indutores de ovulação são utilizados durante o tratamento para estimular os ovários a liberarem mais óvulos. Também são utilizadas medicações para o bloqueio da ovulação, maturação dos óvulos e de suporte para fase lútea.

Medicamentos utilizados na FIV

Para o tratamento de FIV, na fase de pré-estimulação, atividade ovariana é suprimida com administração de contraceptivos orais no ciclo anterior ou a paciente pode começar a indução com ciclo natural.

A fase de estimulação começa com administração de gonadotrofinas, que agem diretamente nos folículos dos ovários (local onde o óvulo se desenvolve) para estimular o crescimento folicular ovariano. Dessa forma, as gonadotrofinas bloqueiam de forma reversível e provisória os estímulos endógenos, deixando os ovários livres para os efeitos das gonadotrofinas administradas de maneira exógena.  Durante o processo é realizado o controle por meio de ultrassonografia transvaginal e quando necessário exames de sangue solicitados pelo médico especialista.

O primeiro exame de ultrassom é realizado no 1º ao 3º dia da menstruação para que tenha a confirmação que não há folículos remanescentes do ciclo anterior e depois o ultrassom é repetido de acordo com o desenvolvimento folicular através do estímulo ovariano.

Quando o tamanho folicular ideal for alcançado (por volta de 18mm – 23mm) é administrado a medicação para bloquear a ovulação e o hCG para maturação dos óvulos 36 horas antes da aspiração folicular.

Deste modo, para que ocorra a fertilização, é realizado a coleta do sêmen, processamento seminal para que os espermatozoides fertilizem os ovócitos com o grau de maturidade adequada.

Por fim, os pré-embriões se desenvolvem e são transferidos para a cavidade uterina no momento em que o endométrio estiver com espessura superior a 8mm. Deste modo, a preparação do endométrio ocorre na fase lútea (suporte) com uso de estrógeno e progesterona via vaginal que proporciona um suporte hormonal ao endométrio, visando a melhora da implantação até o teste do beta hcg.

Se a medicação administrada não for suficiente para o endométrio alcançar a espessura adequada, recomendados a paciente utilizar progesterona injetável, mas não se preocupe, você terá todo o auxílio de nossa equipe da enfermagem.

Cuidados complementares

Importante salientar que cada paciente recebe um protocolo individual. Referente as dosagens das medicações indutoras, bloqueio e maturação dos óvulos, elas variam de acordo com alguns fatores como a idade da mulher, número de folículos presentes nos ovários, peso e altura.

A aplicação é realizada em região subcutânea e a equipe Neo Vita te auxilia, ensina como, quando e onde aplicar. Aplicação é simples, indolor e de fácil aprendizado, depois que a paciente aprende, a mesma pode aplicar ou o parceiro.

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp