(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Segunda FIV: O que muda no processo da primeira tentativa

Fertilização 27/02/2020

Quando o tratamento de FIV tem o resultado negativo não significa que você não pode engravidar. Existem alguns fatores que podem influenciar nos resultados da FIV e nesse caso será necessário realizar uma investigação completa para encontrar o motivo do tratamento ter tido o resultado negativo. Sendo assim, modificando a estratégia de estímulo hormonal, analisando o procedimento de fertilização, desenvolvimento dos embriões e análise endometrial é possível identificar o que causou a falha na primeira tentativa e partir para a segunda FIV.

A segunda tentativa de FIV

Quando o casal realiza a sua primeira FIV tem a possibilidade de congelar os embriões excedentes. Com os embriões excedentes congelados, o processo da segunda FIV torna-se mais curto, pois o casal não precisará utilizar medicações indutoras da ovulação, fazer a coleta dos óvulos e do sêmen para fertilização. Neste caso, tendo embriões congelados, nossos especialistas após a investigação e correção na falha, realiza o preparo endometrial para a transferência embrionária.

Quando posso fazer a segunda tentativa de FIV?

Assim que o médico especialista descobrir a possível causa da falha da primeira FIV, a segunda tentativa só é realizada em um próximo ciclo, após as taxas hormonais se normalizarem.

Quais são as chances de sucesso na segunda tentativa de FIV?

Não existe um limite de tentativas para que a FIV dê certo, a FIV pode dar certo tanto na primeira quanto na segunda tentativa ou até mesmo na terceira tentativa. Até três tentativas o paciente tem chance de sucesso de obter uma gravidez em até 90% de chance.

A cada tentativa, nossos especialistas orientam os pacientes quanto às futuras possibilidades em relação às anteriores e indicam procedimentos complementares de análises ou tratamentos para corrigir a falha da FIV.

Por quê a cada tentativa melhoram as chances de sucesso?

  • Porque a equipe médica já conhece a paciente, sabe como ela respondeu as medicações e opções que não funcionam são descartadas.
  • Realizar um tratamento após o outro pode fazer com que o estímulo gerado e a fertilização realizada, desenvolva embriões para segunda FIV.
  • A paciente pode optar por um acompanhamento nutricional para ter uma alimentação saudável, realizar exercícios físicos e exercícios mentais durante o tratamento pode ser associado a maiores chances de sucesso na segunda tentativa.

 

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp