(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Salpingite e gravidez: conheça o problema que pode levar à infertilidade e seu tratamento

Salpingite é a inflamação nas tubas uterinas, que ligam os ovários ao útero. Antes da fertilização, as tubas uterinas conduzem os espermatozoides em direção aos ovários e o óvulo fertilizado em direção ao útero, onde será desenvolvido para embrião e se implantando no endométrio (útero)

As tubas uterinas são muito sensíveis à presença de bactérias ou fluídos estranhos e por isso podem sofrer alterações e impossibilitadas de exercer a sua função.

Principais sinais e sintomas da salpingite

Os sinais e sintomas da salpingite variam de acordo com a gravidade do problema, portanto de um modo geral são:

– Alterações menstruais

– Dor no baixo ventre

– Febre

– Dor ao urinar

– Dor lombar

– Corrimento vaginal de odor característico

Como prevenir a salpingite?

A melhor maneira de se prevenir é realizar sexo com preservativo para diminuir os riscos de infecção. Esteja atenta, pois o tratamento prévio da doença inflamatória pélvica (DIP) e de outras infecções podem diminuir o risco da infecção.

Contudo, a salpingite pode levar à infertilidade devido ao bloqueio das tubas uterinas.

Tratamento

O tratamento é realizado com antibióticos, anti-inflamatórios e repouso. Caso a mulher utiliza DIU, este deve ser retirado. Também são utilizadas medicações para o alívio dos sintomas. As obstruções tubárias geralmente são irreversíveis por meio de medicações. Se for preciso, uma cirurgia para reverter a permeabilidade das tubas pode ser considerada ou até mesmo tratar a infecção e após sua eliminação receber a indicação do tratamento de FIV, caso suas tubas uterinas sejam prejudicadas.

 

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp