(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Coito programado para quem tem endometriose: tudo sobre o procedimento

O namoro programado ou coito programado (CP) é uma modalidade de tratamento para infertilidade conjugal em que o grau de invasão médica é mínimo.

Pode-se acompanhar a ovulação em um ciclo natural ou induzido com hormônios e na data e períodos corretos o casal é orientado a ter relações sexuais em casa.

Por ser um tratamento bem simples, as taxas de sucesso não são altas. Giram ao redor de 15% de sucesso em cada ciclo de tratamento.

Sendo assim, é indicado para pacientes jovens, com ausência de tratamentos anteriores, ausência de fator tubário e uterino e para quem apresenta distúrbios da ovulação.

Principais requisitos para a realização do Coito Programado

Os principais requisitos para um casal conseguir engravidar pelo CP são: Permeabilidade tubária (comprovada pelo exame de Histerossalpingografia); Espermograma com morfologia normal e processamento seminal com mais de 5 milhões de espermatozoides móveis. Nos casos em que estes requisitos não forem preenchidos, o médico especialista precisa conversar com o casal e através do consentimento do casal, a indicação de um tratamento de alta complexidade, como a FIV. E isso se aplica nos casos de endometriose moderada/grave. A endometriose leve precisa ser avaliada pelo médico especialista.

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp