(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Conheça a taxa de sucesso sobre o diagnóstico pré implantacional

Infertilidade 10/02/2020
Saiba mais sobre quais as chances de sucesso de engravidar com inseminação artificial

A biópsia embrionária é realizado pelo procedimento de Screening genético pré-implantacional (PGS). É um exame diagnóstico realizado em um pequeno número de células do trofoectoderma (as células do trofoectoderna originará a placenta posteriormente) extraídas do embrião em desenvolvimento.

Também é chamado de diagnóstico genético pré implantacional.  Pelo procedimento técnico, é capaz de ser detectado perdas e ganhos cromossômicos através de um teste genético realizado em células de embriões em estágio de blastocisto antes da transferência para o endométrio.

É realizado análise do DNA de cada embrião, permitindo diagnosticar alterações no número de cromossomos presentes, certificando da ausência de síndromes para que a escolha do embrião a ser transferido seja livre de anomalias cromossômicas e deste modo, aumentando as chances de ter um bebê saudável no fim do tratamento de FIV.

Avalia-se as chances de implantação em relação à qualidade embrionária, mas lembre-se que avaliação da receptividade uterina também é importante.

 A biopsia embrionária

A biópsia embrionária pode ser realizada em embriões de 3 dias (estágio de clivagem) ou em estágio de blastocisto. Com o uso de um equipamento de laser são extraídas algumas células do embrião com precisão, no intuito de minimizar o risco de danificar os embriões em desenvolvimento. A biópsia em blastocisto é realizada com a retirada de células do trofoectoderma, enquanto que na biópsia em estágio de clivagem a remoção de um blastômero pode prejudicar o desenvolvimento embrionário.

Indicações para realizar o procedimento de biópsia

  • Idade materna avançada (a partir dos 35 anos);
  • Falhas repetidas de FIV;
  • Abortos de repetição.
  • Fator masculino grave

O PGS, em alguns casos, tem o principal objetivo de aumentar as chances de sucesso de uma FIV para aqueles que tem indicação. Contudo, o resultado do teste é enviado para o médico responsável pelo tratamento e somente os embriões livres de anomalias cromossômicas serão selecionados para a transferência dos embriões. Contudo, a taxa de sucesso vai depender dos fatores de infertilidade que envolve o casal como um todo.

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp