(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Conheça a técnica de videolaparoscopia e sua relação com a infertilidade

A videolaparoscopia, conhecida popularmente como laparoscopia, é uma técnica utilizada no diagnóstico e tratamento de algumas doenças ginecológicas que podem levar à infertilidade. Algumas doenças que são diagnosticadas e tratadas com a técnica são: endometriose, miomas uterinos, pólipos, alterações tubárias e aderências. É um procedimento minimamente invasivo, pois o cirurgião visualiza e manipula os órgãos localizados no interior da cavidade uterina e abdominal através de uma câmera e pinças com menos de 1 cm de diâmetro.

Entenda mais sobre a videolaparoscopia

A técnica é realizada por meio de pequenas incisões na região abdominal, onde é inserido o aparelho com uma câmera que guiará o médico durante a cirurgia. A cirurgia minimamente invasiva consiste em cauterizar os tecidos danificados e retirar as aderências ocasionadas pela endometriose.

Em estágio mais avançado da endometriose, é preciso retirar órgãos que tenham sido danificados pelas aderências, como ovários, útero, bexiga, e partes do intestino. Apesar do procedimento ser minimamente invasivo, é de extrema importância que seja realizado em ambiente hospitalar sob anestesia geral.

A recuperação do procedimento pode variar de 1 semana a 30 dias dependendo do paciente. Existem algumas vantagens para técnica: melhor visualização dos órgãos pélvicos e abdominais, menor dor no pós-operatório, menor o tempo de internação hospitalar, cicatrizes menos evidente, entre outras. Converse com seu médico sobre os detalhes da cicatrização e a necessidade do repouso.

A relação da videolaparoscopia com a infertilidade

Mulheres que apresentam infertilidade podem ter os seus órgãos reprodutivos acometidos. A videolaparoscopia auxilia na identificação da anatomia uterina, tubas uterinas e ovários. Além da identificação, também há possibilidade da correção de alguns casos.

É indicada para a mulher que tem um problema de infertilidade que possa ser resolvido com a realização da videolaparoscopia. No entanto, a técnica é considerada segura, mas deve ser realizada por um ginecologista com treinamento e experiência em cirurgia laparoscópica.

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp