Fale com um
Especialista!
(11) 5052-1000 Whatsapp
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva Agende sua Consulta

Conheça x exames que investigam os sinais de infertilidade feminina

Infertilidade 27/09/2019
Conheça x exames que investigam os sinais de infertilidade feminina

Os fatores de infertilidade feminina são responsáveis por 40% dos casos de dificuldades para engravidar. Na maioria das vezes, recebemos pacientes em nossa clínica após um ano de tentativas sem sucesso. Entretanto, para mulheres com mais de 35 anos, esse período reduz para 6 meses.

A fertilidade feminina depende de vários fatores como a idade, disfunções hormonais, predisposições genéticas, hábitos alimentares e estilo de vida. Deste modo para determinar se a mulher possui problemas com a ovulação, transporte do óvulo, fertilização ou implantação, vários exames podem ser feitos.

A reprodução humana é considerada complexa e para que a mulher consiga obter uma gravidez de sucesso, os órgãos reprodutivos devem estar saudáveis, um bom funcionamento do eixo hipotálamo hipófise gonadal e um número de etapas devem acontecer em momentos específicos.

Dentre essas etapas temos:

  • a ovulação
  • transporte de gametas (oócito e espermatozoides) através das tubas uterinas
  • fertilização e implantação do embrião no endométrio.

O bom funcionamento do eixo hipotálamo hipófise gonadal é importante, pois a hipófise é responsável pela liberação dos hormônios (gonadotrofinas): FSH (hormônio Folículo Estimulante) e LH (hormônio Luteinizante). Enquanto a hipófise deverá responder adequadamente ao FSH e LH, os ovários devem produzir adequadamente ao estradiol e a progesterona para que a ovulação ocorra de forma adequada. Não basta ter somente uma liberação adequada destes hormônios, o folículo se romper para que o oócito (óvulo) seja liberado, processo denominado ovulação, e este ser conduzido pelas tubas uterinas, onde ocorrerá a fertilização até chegar na cavidade uterina, é necessário que não haja dificuldades com a implantação do embrião no endométrio, caso ocorra, a gravidez não acontece.

Exames importantes para investigar a infertilidade feminina

Dosagens hormonais: O equilíbrio dos hormônios FSH, LH, prolactina, progesterona, hormônio tireoide estimulante (TSH), entre outros é essencial para que o ciclo menstrual funcione corretamente. É importante você saber que a falta ou o aumento destes, pode ocasionar algum problema de infertilidade nessa mulher.

Ultrassonografia transvaginal: Realizado entre dois a quatro dias antes da ovulação,  para observar a espessura do endométrio (camada de revestimento interno-uterino) e sua resposta à estimulação hormonal, além da presença do folículo dominante (no interior do qual encontraremos o óvulo).

Histerosalpingografia (HSG): Raio-x da cavidade uterina e tubas uterinas para determinar se existem defeitos estruturais.

Hormônio Anti-Mülleriano (AMH): É hoje o melhor marcador da reserva ovariana.

Ressonância magnética da pelve: Indicada para casos de endometriose, mas também pode diagnosticar tumores, cistos, miomas e malformações uterinas.

Videolaparoscopia: Procedimento cirúrgico minimamente invasivo. Permite a visualização direta do útero, tubas uterinas, ovário e pelve baixa. É muito útil particularmente no diagnóstico de endometriose, distúrbios nas tubas uterinas, adesão pélvica, entre outros.

Biópsia Endometrial: Exame para determinar se o endométrio, a camada de revestimento interno do útero, responderá adequadamente à implantação do embrião, obtendo uma amostra de seu tecido (do endométrio). É retirado uma pequena amostra de tecido endometrial. Assim podemos verificar se há algum problema para ser tratado, como células NK, endometrite, entre outros;

É de extrema importância, o acompanhamento de um especialista em reprodução humana assistida, para identificar a causa da infertilidade e indicar o melhor tratamento ao casal.

A Neovita oferece a melhor solução para a construção da sua família. Entre em contato conosco, ou ligue em nosso telefone (11) 5052-1000.

Crédito: Rawpixel / Tipo de licença: Royalty-free / Coleção: iStock / Getty Images Plus

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital