(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Entenda as principais diferenças entre infertilidade e esterilidade

Antes de entender sobre a diferença entre a infertilidade e esterilidade, é importante entender sobre o que é a fertilidade. Fertilidade é capacidade reprodutiva natural que o casal tem de produzir uma gravidez através da relação sexual. A chance de um casal fértil engravidar em um ano é de 15% a 20% a cada ciclo menstrual.

A infertilidade é a dificuldade de engravidar e a esterilidade é a incapacidade de engravidar. A maior parte dos casais que não conseguem ter filhos devido alguma causa de infertilidade são considerados inférteis porque tem a possibilidade de conseguirem engravidar com os tratamentos de reprodução humana disponíveis.

Entretanto, apenas os casais que são incapazes de produzir gametas (óvulos e espermatozoides) e mulheres que são incapazes de gestar não possuem chances de engravidar, mesmo com os tratamentos, são considerados estéreis. Também são estéreis casais que desenvolvem zigotos – células resultantes da fertilização dos gametas – não viáveis e incapazes de gerar uma nova vida.

Como saber se sou infértil?

O casal só pode ser considerado infértil quando tentam engravidar em até um ano sem o uso de métodos anticoncepcionais. Após as tentativas, é importante que este casal procure um médico especialista para avaliar a saúde reprodutiva a fim de tratar possíveis problemas que são definidos como causas de infertilidade.

A idade da mulher é um dos fatores determinantes para direcionar o tratamento, pois conforme o tempo passa, diminui o número e a qualidade dos óvulos. Deste modo, mulheres com mais de 35 anos, devem tentar engravidar por um período de até 6 meses antes de procurar pelo especialista. O casal precisa estar atento ao relógio biológico porque quanto mais a idade avança, menor a probabilidade da mulher conseguir a gestação e maior chance de aborto.

Qual é a solução para esterilidade?

É preciso avaliar o caso individualmente e na maioria das situações a mulher e o homem têm a possibilidade de engravidar utilizando as técnicas de reprodução humana assistida. Se a causa da esterilidade for a falta de gametas, é possível associar a técnica de Fertilização in vitro com a doação anônima de óvulos ou sêmen.

Por outro lado, quando a mulher é estéril e não possui óvulos e nem a chance de gestar, existe a opção do tratamento de Fertilização in vitro com a recepção de óvulos e a barriga solidária. É um tratamento que não pode ter caráter comercial ou lucrativo e a mulher deve ser parente consanguínea de até quarto grau ou consangüíneo descendente de um dos futuros pais. Se o casal não tiver parentesco para a barriga solidária, será preciso solicitar uma autorização para o Conselho Federal de Medicina (CFM).

Infertilidade e esterilidade são condições que faz com que o casal se sinta em um caminho mais longo para a realização do sonho de ter um filho, mas não quer dizer que esse sonho seja impossível. Sim, ele é possível de realizar. Procure pelo médico especialista de confiança para investigar, diagnosticar o seu caso e encontrar a melhor solução.

O caminho pode ser longo, mas estaremos juntos até a vitória!

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp