(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Prolactina alta atrapalha a FIV? A disfunção pode causar infertilidade?

A Prolactina alta ou a Hiperprolactinemia é o excesso de produção do hormônio Prolactina, este hormônio é produzido pela glândula hipófise, responsável pela produção de leite materno. A disfunção deste hormônio tem ação diretamente no eixo hipotálamo-hipofisário e, se aumentado, inibe a secreção dos Hormônios Folículo Estimulante (FSH) e luteinizante (LH) pela hipófise, podendo causar uma alteração hormonal e como consequência irregularidade menstrual e, nos casos graves, amenorreia (ausência de menstruação) e infertilidade. A Prolactina alta pode causar infertilidade e atrapalha no tratamento de FIV.

As causas da prolactina alta e sua relação com a fertilidade

As causas do aumento de prolactina podem ser fisiológicas, quando o próprio organismo aumenta a liberação do hormônio durante o sono, no stress físico e psicológico, durante a gravidez, amamentação e no orgasmo sexual; farmacológicas, causada pelo uso de medicamentos, como antidepressivos e patológicas, quando envolve alterações na glândula hipofisária e tumores benignos secretores de prolactina, denominados de adenomas ou prolactinomas.

Os prolactinomas causam hiperprolactinemia e a secreção de altas concentrações de prolactina suprime a produção de GnRH (hormônio liberador de gonadotrofinas), o que provoca uma diminuição de FSH, LH e o hipoestrogenismo. A hiperprolactinemia é responsável por até 25% dos casos de amenorreia. A alta dosagem do hormônio do leite (prolactina) gera consequências graves à saúde da mulher, como a galactorreia (produção de leite sem estar gestante) e a dificuldade de engravidar.

As causas mais comuns é a presença do tumor na hipófise ou uso de alguma medicação. Deste modo, pacientes que apresentam prolactina alta, precisam fazer um exame de tomografia ou ressonância magnética para descartar a presença do tumor na hipófise. Descartando a possível causa do tumor, outras causas são investigadas, mas a principal consequência da alta prolactina é a falta de ovulação, impedindo a mulher de conseguir a gestação.

Tratamento para prolactina alta

O tratamento para prolactina alta depende da causa do problema, pode ser tanto medicamentoso ou através de cirurgia. O objetivo do tratamento em mulheres que possuem hiperprolactinemia é diminuir os níveis de prolactina e restaurar a ovulação nas mulheres. Portanto, antes de realizar o tratamento, primeiro é preciso determinar a causa.

Com a causa conhecida o tratamento adequado é recomendado para eliminar todos os sintomas e consequências do problema. Através do tratamento por medicamentos é comum eliminar os problemas de fertilidade, mas tratando-se do prolactinona, a doença precisa estar controlada porque na gravidez e amamentação há o estímulo da prolactina, podendo aumentar o tamanho do tumor.

Em suma, não são em todos os casos que a gravidez natural acontece porque a fertilidade ocorre pela associação de fatores. Se houver outro fator de infertilidade apresentado, a indicação será através das técnicas de reprodução assistida.

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp