(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Ultrassom após FIV: saiba tudo sobre o ultrassom obstétrico e o que pode ser descoberto nele

Em reprodução humana assistida, o médico especialista acompanha o paciente até a 3 semana de gestação, pois são os meses onde há um maior risco de ocorrer aborto. Deste modo, após a transferência embrionária é realizado o primeiro ultrassom obstétrico.

Este é um exame que é feito após o tratamento de FIV para o acompanhamento da mãe e do bebê que permite investigar e avaliar as diferentes etapas da vida intrauterina, como a placenta, o líquido amniótico que é responsável por proteger o feto, monitorar o desenvolvimento do bebê desde as primeiras semanas da gestação. Feito por via transvaginal após 14 dias do beta-hCG positivo.

Neste ultrassom será possível detectar um saco gestacional, confirmar a correta implantação embrionária, a presença da vesícula vitelínica e a possível confirmação de uma gestação única ou múltipla.  Já no 2 ultrassom obstétrico, o médico consegue verificar os batimentos cardíacos do bebê.

Como é realizada a Ultrassonografia obstétrica: entendendo o procedimento

A ultrassonografia obstétrica usa ondas sonoras para produzir imagens de um embrião que está dentro do útero de uma mulher grávida. Também é possível visualizar o útero e os ovários da mulher. Esse tipo de ultrassom não utiliza radiação ionizante. Desta forma, não tem efeitos prejudiciais e é o método preferido para monitorar mulheres grávidas.

O que pode ser descoberto nos ultrassons obstétricos realizados durante o 1 trimestre?

Nos ultrassons obstétricos de primeiro trimestre o médico obstetra consegue:

  1. Fazer o diagnóstico, confirmar a gravidez e o número de embriões implantados

O saco gestacional e o trofoblasto (futura placenta) pode ser visualizado a partir de 4 semanas de gestação e o saco vitelino (responsável pela nutrição do embrião no início da gestação) em cerca de 5 semanas. O ultrassom vai confirmar se a gestação é intra-uterina (está dentro da cavidade do útero) ou ectópica.

  1. Avaliar os batimentos cardíacos do embrião

Uma vez que o batimento cardíaco é detectado pela ultrassonografia entre a 6 e 7 semana, mesmo que ocorra sangramento vaginal no início da gestação, é possível verificar se está tudo bem com o feto.

  1. Determinação da idade gestacional e avaliação do tamanho do feto

As medidas corporais fetais refletem na idade gestacional. E no final da gravidez, a medição dos parâmetros corporais permitirá avaliação do tamanho e crescimento do feto.

Após o primeiro ultrassom da FIV, se confirmada a gestação, inicia-se o acompanhamento da gestação que é muito importante, pois muitos problemas e alterações, quando identificadas no feto, podem ser controladas e garantir a saúde do bebê e da gestante.

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp