(11) 5052-1000
Neo Vita - Reprodução Humana e Saúde Reprodutiva

Resp Técnico: Dr. Fernando P. Ferreira

CRM-SP: 103.984 | RQE: 39.163.1

Infertilidade por anticorpos anti-espermatozoides: saiba quais as principais causas do problema

Uma das causas de infertilidade nos homens ocorre porque o seu próprio organismo produz defesas contra os espermatozoides. Quando há formação de anticorpos antiespermatozoides, o espermatozoide não consegue migrar e fertilizar o óvulo. Os anticorpos anti-espermatozoides (AAE) ligados a cabeça ou a cauda dos espermatozoides são mais importantes clinicamente.

Principais causas do problema

Os anticorpos anti-espermatozoides (AAE) podem ser encontrados no sangue, plasma seminal ou diretamente aos espermatozoides. A formação desses anticorpos ocorre devido há uma quebra da barreira hematotesticular estimulando a produção de anticorpos. Estes anticorpos ‘’atacam’’ os espermatozoides prejudicando a sua função. Traumas, infecções genitais, cirurgias no testículo, varicocele, câncer testicular, entre outros podem ocasionar a quebra da barreira.

Teste para detectar Anticorpos Anti-espermatozoides

As análises seminais de rotina são insuficientes para diagnosticar este tipo de problema. Deste modo, outros fatores, além dos parâmetros analisados no espermograma, devem ser considerados. As análises de função espermática, capacitação e presença de anticorpos podem estar relacionadas com a anormalidade dos parâmetros seminais. Ainda que, a presença de microorganismos, inflamação ou alta concentração dos leucócitos, bem como aglutinação de espermatozoides, podem alterar o comportamento dos espermatozoides no trato reprodutivo feminino e impedir a fecundação. O melhor método utilizado é o teste de ‘’immunobeads’’.

Este teste utiliza esferas de poliacrilamida ligadas a anticorpos anti-imunoglobulinas humanas, e é capaz de detectar IgA, IgG e IgM, os tipos mais importantes na infertilidade imunológica, com grande exatidão, seja no plasma sanguíneo, plasma seminal ou no muco do colo do útero da esposa. Se mais de 20% dos espermatozoides tiverem anticorpos na sua superfície, haverá dificuldade para a gravidez natural. Nestes casos, existem tratamentos que solucionam o problema.

Os testes de (AAE) devem ser realizados quando o diagnóstico do espermograma apresentar presença de astenozoospermia (baixa motilidade) com concentração normal e aglutinação espermática. O teste visa determinar a presença de anticorpos dirigidos contra antígenos de superfície do espermatozoide, cujo resultado positivo está relacionado a infertilidade. Contudo, o tratamento é realizado com corticosteroides com objetivo de reduzir os anticorpos e a fertilidade ser restaurada.

Desenvolvido por AO5 Marketing Digital

Fale por Whatsapp